Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Blind Guardian

      16 de março de 2007 Por Cifra Club

      Na noite de sexta-feira, 16 de março, Belo Horizonte brindou a presença dos alemães Hansi Kürsch (vocais), Marcus Siepen (guitarra), Andre Olbrich (guitarra), Oliver Holzwarth (baixo) e Frederik Ehmke (bateria).

      Na casa de shows Chevrolet Hall milhares de fãs mataram a ansiedade que tanto alimentavam. O show do Blind Guardian começou com a animada “Into the Storm”, fazendo disparar o coração dos fãs no ritmo da acelerada bateria de Frederik. Em seguida tocaram “Nightfall”, com um tom mais light para amenizar a euforia que subiu na casa.

      A banda interagia o tempo todo com o público. Hansi fazia seu “jargão corporal” constantemente para fotos, se encurvando, colocando as mãos no joelho e sorrindo para as câmeras que via. Simpaticamente, o vocalista lamentou não poder ver os olhos de todos e em seguida anunciou a tão esperada “Bright Eyes”, que foi o ápice do show.

      A galera acompanhou com palmas a canção “And Then There Was Silence” e a banda fez desse um momento especial levantando uma bandeira personalizada do Brasil: no espaço da frase “Ordem e Progresso” estava escrito “Blind Guardian – Belo Horizonte”.

      Após a saída da banda, os gritos e sapateios dos presentes fizeram a banda retornar ao palco, e na volta a banda executou as canções “Imaginations From the Other Side”, “The Bard’s Song” e “Mirror Mirror”, sugou as últimas energias que restavam dos fãs.

      Na grade que separa o corredor público do camarim era possível ver algumas dezenas de fãs com brilhos nos olhos a espera da visita de algum músico. Eis que inesperadamente, Marcus aparece em uma porta, acena para os fãs e posa para fotografias. Os músicos receberam nossa equipe no camarim e permitiu algumas fotos.

      Comente à vontade, mas pegue leve com os palavrões e/ou ofensas senão seu comentário pode ser editado ou deletado. =)