Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Keane

      18 de abril de 2007 Por Cifra Club

      Um show redondinho: a iluminação em sintonia perfeita com cada música apresentada, as imagens transmitidas nos telões e nas telas em cima do palco sintetizando o feeling de cada canção, o público e a banda cantando sempre juntos e em um mesmo tom. Assim foi o primeiro show do Keane em São Paulo – no Credicard Hall, dia 17 de abril (terça-feira). Tom Chaplin (vocais), Tim Oxley-Rice (piano) e Richard Hughes (bateria), sempre muito carismáticos, mostraram-se surpresos pela presença e participação efetiva da platéia: “A energia desse lugar é algo especial”, dizia o vocalista.

      Logo no início do espetáculo (que começou às 21h45), a banda tocou a aclamada “Everybody’s changing” – música que fez com que a banda se tornasse conhecida na Inglaterra e em todo o mundo. Uma passarela enorme foi montada em frente ao palco para tornar o show ainda mais dinâmico. Foi nela que o trio se juntou – já na metade do evento – para tocar três das 16 músicas da noite: “Your eyes open”, “Hamburg Song” e “Fly to me”. Logo antes do ‘bis’, os fãs puderam conferir “Somewhere only we know” e “Is it any wonder?” – também umas das mais aguardadas. Após 1h20 de show, a banda se despediu com a suave e intensa “Bedshaped” e com o baterista Richard vestindo a camisa do Brasil.

      Além das duas apresentações em São Paulo (tocaram também no dia 18, quarta-feira), o Keane ainda passa pelo Rio de Janeiro antes de seguir para o México. A turnê na América Latina começou na Argentina e depois esteve no Chile, onde o trio tocou em grandes festivais nos respectivos países.

      A banda possui dois álbuns lançados: Hopes and Fears, de 2004 e Under the Iron Sea, lançado ano passado. Com o disco de estréia, o Keane vendeu mais de cinco milhões de cópias, conquistou dois prêmios ”Brit Awards” (de Melhor Revelação Britânica e Melhor Álbum Britânico) e foi indicado ao Grammy na categoria Banda Revelação. O segundo CD também foi bem recebido pela crítica e fez com que a banda consolidasse ainda mais o sucesso diante do público.

      Comente à vontade, mas pegue leve com os palavrões e/ou ofensas senão seu comentário pode ser editado ou deletado. =)